Tubaronense morre de parada cardiorrespiratória 1 dia após receber alta de tratamento para Covid-19

Rafael Moreno estava internado desde o dia 5 de janeiro, teve alta nesta terça-feira. e morreu na manhã desta quarta.

Morreu na manhã desta quarta-feira (20), o árbitro de atletismo de Tubarão, Rafael Ramos Moreno, aos 41 anos. O corpo foi velado na capela da funerária Santa Rita e sepultado no cemitério Horto da Saudade por volta das 15h30.

Rafael foi vítima de uma parada cardiorrespiratória e morreu um dia após receber alta do hospital. Ele estava internado em tratamento para Covid-19 desde o dia 5 de janeiro.

O tubaronense era bem conhecido no meio esportivo e trabalhava como árbitro pela Federação Catarinense de Atletismo em Santa Catarina. Ele morava no bairro Oficinas e deixa 1 filha.