Capivari de Baixo

 A 2ª Inspeção Veicular Solidária promovida pelo curso técnico de manutenção automotiva do Senai de Capivari de Baixo, reuniu no pátio da unidade, diversos condutores e veículos, entre 9h e 16h, deste sábado (17).

Conforme o coordenador do curso, Fabrício Bittencourt, a ação tem um objetivo muito singelo: ‘salvar vidas’. “Está é a segunda vez que realizamos o evento e já percebemos uma adesão ainda maior. Por meio deste check-up, que é feito nos carros, conseguimos identificar diversos problemas e encaminhar até o local adequado para serem realizados os reparos necessários. Certamente, em muitos casos, isso evita acidentes ocasionados por falha mecânica e com isso dá mais segurança a todos que trafegam nas rodovias”, observa.

Fabrício alerta ainda que sempre é necessário que os motoristas estarem ligados em relação à prevenção de seus veículos. Esta conscientização evitaria muitos acidentes que ocorrem corriqueiramente.

O coordenador avalia também, que além deste trabalho social, a 2ª Inspeção Veicular Solidária qualifica ainda mais os alunos do curso e gera um maior aprendizado. Para ele, a mobilização serve para os alunos colocarem em prática o que os professores lhes ensinam em sala de aula e mais: estão colocando a mão na ‘massa’ acompanhados por profissionais do setor.

O evento contou com a parceria do Núcleo de Manutenção Veicular de Tubarão, membros de oficinas e autoelétricas da Região e algumas concessionárias da Amurel.

90 itens são inspecionados

Para se ter uma ideia, conforme explica o diretor do Núcleo de Manutenção Veicular de Tubarão, Fernando Cabral, 90 itens fundamentais para a segurança de rodagem do veículo são analisados. Ele destaca que, a exemplo do ano passado, foi constatado em alguns casos, defeitos importantes, o que exigiu imediatamente encaminhamentos a uma oficina. Defeitos mais comuns foram vistos na barra de direção.

Aluno empolgado com a prática

Fernando Gonçalves, 58 anos, é um dos alunos do curso técnico de manutenção automotiva. Para ele, poder ter tido a oportunidade de colocar em prática alguns ensinamentos não apenas serviram de aprendizado, mas também reforçaram ainda mais o desejo de seguir o curso até o fim e buscar uma vaga no mercado de trabalho. “Com os professores do Senai e os profissionais que nos deram suporte, pude perder um pouco do receio e ver que na prática muitas coisas são ainda mais fáceis. Vou seguir o curso até o fim e buscar meu espaço”, finaliza.

Atrações

Vários brindes foram sorteados para quem participou do evento e uma novidade este ano encheu os olhos de quem lá esteve. O Senai alugou um Simulador de Fórmula 1. Enquanto os motoristas esperavam o diagnóstico, puderam ter a sensação de pilotar um carro de corrida.