O desempenho do Poder Judiciário de Santa Catarina manteve o TJSC entre os tribunais estaduais mais produtivos do país, conforme dados atualizados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Considerada a produção dos últimos dias 20 a 26 de abril, o Judiciário catarinense teve o maior volume de movimentos processuais realizados no Brasil, com 1,1 milhão de atos. Entre os tribunais de médio porte, o TJSC também lidera o indicador total de despachos, com 38,5 mil registros no período, e o de decisões realizadas, com 25,5 mil publicações na semana em análise.

No comparativo entre os tribunais de médio porte, o Judiciário catarinense também lidera os painéis de movimentos processuais e decisões realizadas na soma das seis semanas de referência consideradas pelo CNJ. Desde o último dia 16 de março, a Justiça catarinense foi responsável por 273,8 mil decisões e 7,8 milhões de atos processuais.

Outro destaque diz respeito aos recursos destinados para o combate à pandemia da Covid-19. Com R$ 13,9 milhões em valores distribuídos exclusivamente para a compra de equipamentos e materiais de uso na saúde, o Poder Judiciário de Santa Catarina foi responsável pela segunda maior contribuição entre os tribunais estaduais do país – a primeira entre as cortes de Justiça de médio porte.

Os dados consolidados constam no painel Produtividade Semanal do Poder Judiciário, atualizado pelo CNJ. O painel ficará no ar enquanto a pandemia durar e as medidas de isolamento social se fizerem necessárias.