Tubarão

 
Um dos gastos que pesa no bolso do consumidor é o combustível. Por isso, o Procon de Tubarão passou a realizar uma pesquisa de preço com os estabelecimentos revendedores. O objetivo é estimular a concorrência e também auxiliar o consumidor na hora de economizar.
 
O levantamento realizado ontem pelo órgão municipal, em 24 postos de combustíveis, revela que há uma diferença de até R$ 0,16 no preço do litro da gasolina, pago à vista. No caso do GNV, o valor final da conta pode ser de até R$ 0,20 mais caro de um estabelecimento para o outro.
 
Dois postos vendem a gasolina pelo menor preço: o Presidente, no bairro Revoredo, na BR-101, e no Gonçalves 3, no Humaitá de Cima. Quanto ao diesel e o etanol, o valor mais baixo encontrado de ambos os combustíveis foi no Posto 2001, no Humaitá.
 
Para quem abastece com GNV, a opção mais barata é o posto Morrotes, onde o metro cúbico custa R$ 1,68. Em caso de dúvidas ou denúncias, o consumidor deve procurar o Procon. O órgão funciona junto à Central do Cidadão, das 9 às 17 horas.