Karen Novochadlo
Laguna
 
Os habitantes de Imbituba, Laguna e Garopaba poderão pagar uma taxa a mais pelo consumo de água. Como tradicionalmente ocorre em municípios litorâneos, a Casan cobra uma quantia pelo consumo que exceda em mais de 25% a média mensal da residência. Esta taxa é denominada tarifa sazonal. E já começou a ser cobrada pelo mês de dezembro. 
 
Na última quinta-feira, a medição de água passou a ser realizada em Imbituba. Nesta época, a população destes municípios aumenta. Só em Laguna, são esperadas cerca de 300 mil pessoas durante toda a temporada. O objetivo da medida é conscientizar a população a usar água de forma consciente e evitar que falte água em algumas casas. 
 
Se uma residência consome 30 metros cúbicos de água por mês, se ultrapassar 37,5 pagará um valor a mais. De acordo com a tabela de tarifas da Casan, a cada metro cúbico de água consumida, será cobrado R$ 9,4240.
 
O problema é que em casas alugadas, geralmente, o consumo é menor por permanecerem fechadas fora da temporada e chegam a ultrapassar a média mensal de consumo durante os meses de verão.
 
O porquê da taxa?
A tarifa sazonal é uma espécie de multa aplicada aos consumidores que ultrapassarem 25% do consumo médio anual. É uma medida criada para racionar água no litoral, já que o fluxo de pessoas aumenta consideravelmente.