Brasíla (DF)

O reitor licenciado da Universidade de Brasília (UnB), Timothy Mulholland, comunicou ontem, por telefone, ao ministro da educação, Fernando Haddad, que renunciará ao cargo. Segundo informou a assessoria de imprensa da reitoria da UnB, Timothy disse que sua decisão tem o objetivo de ”pacificar a universidade”.

O ministro reuniu-se ontem com representantes de alunos, professores e funcionário para decidir sobre a situação da UnB diante da crise que começou no dia 3 deste mês, com a ocupação do prédio da reitoria pelos alunos.

Na semana passada, o reitor Timothy Mulholland pediu licença por 60 dias e o vice-reitor, Edgar Mamiya, o substituiu provisoriamente. No sábado, Mamiya também pediu afastamento. Timothy e Mamiya são acusados de desvio de dinheiro da Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec) para gastos em festas e na reforma do apartamento funcional ocupado por Timothy.

O conselho superior da UnB marcou para quarta-feira nova reunião para decidir se eles responderão a um inquérito administrativo.