Priscila Loch
Tubarão

Tem um tubaronense fazendo Caras e Bocas. E não no sentido figurado da palavra. É na telinha mesmo, na novela das 19 horas da Globo. Quem acompanha a trama sabe que tem personagens novos na área. Amarilys, interpretada por Guilhermina Guinle, é madrasta de Renan, vivido por Dener Pacheco.

O ator de Tubarão fez um teste em outubro para outro personagem, da mesma novela, e foi chamado só agora. Em cena desde a última terça-feira, Renan é um rico estudante de gastronomia, descolado, que despertará o interesse de Bianca (Isabelle Drummond) e também se envolverá com Vanessa (Sophie Charlotte).

Sobre a permanência do personagem, nem Dener sabe responder. “Vai depender do público e do desenrolar da história”, despista. “Gravei oito capítulos semana passada e mais quatro quinta-feira”, relata.
O nome da novela tem tudo a ver com o tubaronense. Desde adolescente, quando fazia curso de modelo, Dener já ensaiava caras e bocas. Aos 14 anos, precisou de mais cara ainda para encarar a “selva de pedras” chamada São Paulo, como ele mesmo define. Lá, trabalhou com venda de produtos em escritórios, como garçom e balconista de shopping. Tudo para juntar dinheiro e começar a estudar.

Formou-se em uma escola de teatro, cinema e TV e fez vários espetáculos. O Alto da barca do inferno, Romeu e Julieta, Pocahontas… E precisou de ainda mais cara. Resolveu aventurar-se. Escreveu o seu primeiro espetáculo, A saga – a segunda temporada já está pronta, só aguardando uma brecha na agenda. E fez muitas outras peças.

Foi então que precisou aperfeiçoar-se ainda mais nas caras e bocas para seguir na carreira de modelo. Fez um editorial para a Louis Vouitton e muitos outros trabalhos… E foi convidado para apresentar um programa na TV Latina Lashion para toda a América Latina. “A minha primeira entrevistada foi Naomi Campbel, foi o máximo”, lembra.

Dener estuda canto e dança clássica como preparação para musicais maiores. E pretende um dia mostrar o seu trabalho na terra natal: “Queria muito me apresentar em Tubarão. Posso dizer que seria um sonho”. Fica então a torcida dos tubaronenses. Que ele tenha muito sucesso pela frente!