Wagner da Silva
Braço do Norte

Além da baixa na arrecadação, uma das maiores dificuldades dentro da administração pública é dispor de uma equipe específica para a execução de projetos e encaminhamento de convênios. No Vale, Braço do Norte é o primeiro município a oficialmente dispor do Sistema de Contratos de Repasses e Convênios (Sinconv). O sistema, disponível desde ontem, será operado pelo servidor Thiago Correa Tancredo.

Ele acompanha o andamento de projetos junto ao governo desde janeiro deste ano.
O Siconv é um sistema virtual para análise de projetos com valor acima de R$ 100 mil. Com isso, a busca por recursos é agilizada. Não importa para qual área seja. “Basta inserir os dados do projeto que o próprio programa busca onde o tema adapta-se melhor. Se os dados tiverem corretos, em menos de um mês, a administração tem o parecer”, explica Thiago.

Além do sistema ser interessante para aproximar as secretárias e desenvolver novos projetos, o Siconv serve também para aprimorar o desenvolvimento do documento. “Se houver algo errado, o parecer técnico mostrará o caminho certo. Assim, o projeto pode ser reestruturado e novamente inserido no sistema”, detalha o servidor.
Mesmo após a aprovação do projeto através do Siconv, o programa acompanha o andamento. “É uma ferramenta de controle. Após a aprovação, é necessário inserir também dados sobre a licitação e quantas empresas participaram, por exemplo. É uma boa forma de justificar os gastos e tornar tudo transparente”, completa Thiago.

O prefeito de Braço do Norte, Evanísio Uliano (PP), o Vânio, explica: o município passa por dificuldades financeiras, mas os investimentos em treinamentos, feitos com funcionários de carreira, podem trazer grandes vantagens. “O conhecimento continuará na prefeitura e não apenas para esta gestão. Agora, temos pessoal especializado em buscar recursos para a cidade. Somente com a arrecadação do município, a capacidade de investimento fica muito restrita”, observa o prefeito.

Prioridade
A prioridade da administração quanto à elaboração de projetos é voltada à área da agricultura. O objetivo é incentivar a melhoria genética, com investimentos em inseminação e a aquisição de equipamentos de suporte ao produtor rural. O município possui R$ 900 mil disponíveis para isso através de emendas parlamentares. Outros R$ 100 mil serão disponibilizados através do programa ‘Caminho na Escola’.