Tubarão

O escritor  Diego Nascimento, de 22 anos, prepara-se para o lançamento do seu segundo livro, marcado para esta sexta-feira, às 19h, na  Associação Beneficente dos Empregados da Celesc (Abecelesc), em Tubarão. O autor, que adquiriu gosto pela leitura e escrita desde a infância, divulga agora a obra ‘Maquibier, a bruxa predestinada’.

De acordo com Diego a publicação tem 450 páginas e dá sequência ao primeiro livro: ‘Maquibier, as cinzas do mago’. “Vamos abordar um pouco de tudo: política, economia, família e amizade. Lendas brasileiras serão mencionadas nesta obra que se passa em Florianópolis e Tubarão”, detallha o autor.

O jovem morador de Capivari de Baixo lançou a primeira edição em outubro de 2016. Na publicação, a fantasia, ficção e a mitologia estavam presentes. O livro está dividido em duas fases. A primeira tem início em 1748 com forte embasamento na mitologia no município de Desterro, hoje Florianópolis, e também em Portugal. E a última fase se passa em 2011.

Diego deixa, na obra, questionamentos para que o leitor reflita. Além dos livros, o jovem é formado em Farmácia. Atualmente, cursa mestrado na área. O profissional da saúde afirmou ao Notisul, em 2016, que sempre gostou de escrever, mas foi no fim do ensino médio, em 2011, que ele ganhou um ‘empurrãozinho’ de sua professora de língua portuguesa, Janete Bagio, na Escola de Educação Básica Henrique Fontes, em Tubarão. O jovem estudante foi incentivado a produzir algo que ficasse para a história. “Sempre gostei de escrever. Como produzíamos textos nas aulas de português, a professora Janete me orientou a investir na produção de um livro. Ela disse que eu tinha talento e com essa observação resolvi investir pesado”, lembra.

A publicação da Editora Multifoco, do Rio de Janeiro, levou um pouco mais de um ano para ser concluída. O livro será traduzido para o inglês e comercializado em outros países. “Já estou trabalhando no terceiro volume. São seis e preciso me dedicar muito nesta coletânea. A expectativa é que o próximo seja lançado somente em 2020 e espero que os leitores gostem também”, projeta.