Içara

Um impasse entre o Crematório Millenium e a Prefeitura de Içara pode provocar a mudança de uma parte do empreendimento para outro município da região.

A empresa alega que vem encontrando dificuldades em manter as atividades no local, já que a Administração Municipal está criando obstáculos e restringindo o funcionamento do serviço.

Segundo o administrador do crematório, Paulo Reichle, uma série de problemas tem contribuído para que essa medida seja ponderada, como o elevado número de alvarás exigidos pela prefeitura.

“E, por exemplo, o Ministério Público determinou, em uma ação judicial, um mandato de segurança autorizando a venda de urnas próprias para a cremação. Mas o município não nos libera para a prestação de serviços funerários”, relata.

Três cidades da região carbonífera são cotadas para receber a parte administrativa do empreendimento. Ainda não se sabe quais são.