Laguna

Com o intuito de reduzir as secretarias, porém continuar a prestar os mesmos serviços, o prefeito de Laguna, Everaldo dos Santos, (PMDB) e a vice-prefeita Ivete Scopel (PSD) resolveram fazer uma grande reforma administrativa no executivo. A ação é focada na redução de custos e também na eficiência de gestão. Algumas secretarias serão agrupadas, como já ocorreu com a de turismo e desenvolvimento econômico.

O secretário de comunicação, Celso Fernandes, salienta que desde novembro o prefeito tinha intenção de fazer uma reforma. “Todos os presidentes das fundações e secretários já foram chamados para conversar com ele. Tudo foi feito com os ‘pés no chão’ e, agora, nos resta esperar para que ocorram as melhores decisões possíveis”, esclarece Celso.

Ainda não se sabe oficialmente quantos funcionários serão exonerados – informações preliminares apontam que são 25, entre servidores e secretários – contudo todos os secretários e presidentes colocaram os seus cargos à disposição para que o processo possa ser executado da melhor forma.

“Diminuiu a população com a emancipação de Pescaria Brava, mas os serviços continuam os mesmos. A reforma servirá para que haja um melhor gerenciamento público”, explana o secretário de administração, Odacir dos Santos.
A nova equipe deverá estar completa entre 15 a 30 dias. A escolha dos nomes poderá ter novos secretários ou o reaproveitamento dos gestores atuais.