Amanda Menger
Tubarão

Mais nomes foram confirmados para compor o primeiro escalão do prefeito de Tubarão, Dr. Manoel Bertoncini (PSDB). Do PTB, Fabiano Bittencourt foi indicado para a secretaria de serviços públicos e Reneuza Borba assumirá uma assessoria especial e gerenciará a Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip).

“O convite partiu do Dr. Manoel e, em discussão com a executiva do PTB, decidimos pela indicação do meu nome para serviços públicos e de Reneuza para assessoria especial e Cosip. Este será um desafio que vou encarar com responsabilidade. A secretaria de serviços públicos cuida da manutenção da cidade, como a limpeza das ruas, das praças, e atua em conjunto com outras secretarias, como desenvolvimento urbano e a própria Cosip”, afirma Fabiano.

O novo secretário é também presidente do diretório municipal do PTB e há três anos é o diretor do semanário Tribunal Sulina. Já Reneuza, é vice-presidenta do diretório do PTB em Tubarão, bacharel em direito e presidenta da Associação das Donas de Casa, Defesa do Consumidor e Cidadania (Adocon). “Estava disponível para assumir o cargo que o partido indicasse. O importante é contribuir com o governo. Vou me inteirar da situação primeiro para depois definir as ações de trabalho”, afirma.

Outros secretários já foram nomeados, como João Batista de Andrade, o Sargento Batista, que continuará à frente da pasta de segurança e trânsito. Edvan Nunes permanecerá na pasta de planejamento. Com essas definições, faltarão apenas duas secretarias: indústria e comércio e cultura, e esporte e turismo, que fazem parte da cota do PDT.

Comunicação
O prefeito deve anunciar nos próximos dias o nome do secretário de comunicação. Ontem, o jornalista Ênio Batista comunicou ao prefeito que voltará a trabalhar em rádio. “Ele havia me convidado para assumir esta pasta, mas resolvi me dedicar ao rádio. Volto à rádio Bandeirantes no dia 3 de fevereiro. Com isso, fica mais fácil ele indicar outro companheiro”, afirma. O nome mais provável para o cargo é o do ex-secretário Ramires Linhares.