A inauguração do centro de atendimento contou a presença da família do médico Bráulio Escobar Filho.
A inauguração do centro de atendimento contou a presença da família do médico Bráulio Escobar Filho.

Tubarão

O espaço destinado a tratamento e recuperação de pessoas com transtornos decorrentes do consumo de álcool e outras drogas já está à disposição da população de Tubarão. O Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e Drogas (Caps AD) Dr. Bráulio Escobar Filho foi inaugurado ontem. É o primeiro do gênero na região.

O Caps AD está instalado em uma casa no bairro Passagem. No local, o usuário receberá o atendimento necessário para que seja possível a sua inclusão social, profissional e familiar. “É um trabalho conjunto, que vai trazer reflexos para toda a sociedade, pois, tratando o usuário, estaremos prevenindo o comércio de drogas, que está diretamente ligado à violência”, analisa o prefeito Manoel Bertoncini.

Os profissionais do Caps AD, além de atenderem os usuários, realizarão atividades com os familiares, de acordo com a necessidade de cada pessoa. “O paciente poderá ficar no local das 8 às 17 horas. E durante o tempo em que estiver no centro, receberá atendimento dos profissionais, participará de oficinas, de terapias em grupo, podendo inclusive fazer a refeição no local”, explica o secretário Roger Augusto Vieira e Silva.

Para oferecer o tratamento indicado para cada caso, a unidade terá uma equipe multidisciplinar composta por assistente social, enfermeiro, psicólogo, médicos psiquiatras, terapeuta ocupacional, auxiliares de enfermagem, monitor de terapia ocupacional e voluntários.
O Caps AD atenderá pacientes do município que procurarem o centro espontaneamente, além dos encaminhamentos dos profissionais da área da saúde.

Novas unidades
Durante a inauguração do Caps AD, o secretário de desenvolvimento regional Haroldo Silva, o Dura, anunciou que amanhã a prefeitura de Tubarão e o estado assinarão um convênio para a construção de mais duas unidades de saúde no município. “É mais uma ação que vai oferecer à população atendimento em uma área que é prioritária”, reforça Dura.