Tubarão

O reajuste salarial do magistério em 6,81%, conforme o piso nacional estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC) foi confirmado pelo prefeito Joares Ponticelli. O aumento será creditado no salário de fevereiro, pago na próxima quarta-feira aos funcionários do município.

 Com isso, o salário inicial dos professores municipais passará de R$ 2.298,80 para R$ 2.455,35. Segundo os representantes do Paço, o reajuste é maior que a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que ficou com alta de 3,35%, e será retroativo no mês passado. A Rede Municipal de Ensino conta com 323 professores efetivos e 367 contratados em caráter temporário (ACT).

 Para o presidente da Fundação Municipal de Educação, Mário Cardoso, o acompanhamento do piso nacional favorece as condições para que os professores pratiquem um ensino de qualidade. “É a busca pela educação de qualidade que possibilita autonomia e uma formação que garanta um futuro promissor e transforme estudantes em bons cidadãos”, destaca Mário.

 Ao final da reunião com o sindicato dos professores, Joares destacou que o reajuste representa o respeito pelos servidores e um grande esforço do governo municipal para evitar eventuais demandas judiciais que desgastariam a prefeitura e o próprio magistério.“Isso também significa responsabilidade para que a prefeitura tenha no futuro uma boa saúde financeira e com isso possa honrar as obrigações. Precisamos, antes de mais nada, respeitar o servidor público”, afirma o prefeito.