Os alunos do Ensino Médio Integrado à Educação Profissional (EMIEP) da Escola de Ensino Médio Engenheiro Annes Gualberto, do Centro de Imbituba, realizam entre hoje (17) e amanhã uma exposição de produtos à base de óleo vegetal desenvolvidos em sala de aula.

 

A mostra ocorre no hall de entrada da prefeitura, entre 13 e 19 horas. A produção de sabão com óleo de cozinha foi coordenada pela professora Rita Martins, em parceria com a Cooperativa de Reciclagem de Imbituba (COOPERZIMBA). Com a matéria prima, os adolescentes desenvolveram o ECOCLEAN, que é vendido pelos próprios estudantes.

 

Com direito a CNPJ, a “pequena empresa” vem confeccionando, de forma artesanal e assistida por especialistas, o produto de limpeza, que também é embalado com papel reciclado pelos jovens empreendedores.

 

A coordenadora do projeto conta que a ideia foi baseada na produção de um plano de negócios empresarial, com foco em uma organização, voltada à responsabilidade social. Todo o dinheiro arrecadado com a venda dos sabões é guardado pelo departamento financeiro da empresa e será destinado à formatura dos alunos em 2020.

 

“Além da produção do sabão, com o processo químico realizado no laboratório da escola e com a supervisão da professora de Química, Edna, o papel utilizado nas embalagens também é reciclado com auxílio da professora de artes. Outro diferencial é que o produto ainda vem com sementes presas à etiqueta, para serem plantadas pelo consumidor”, explicou a coordenadora do projeto.

 

Para o Secretário do Meio Ambiente, Paulo Márcio de Souza, esse é um projeto muito importante para a sociedade e precisa ser valorizado. “É exemplar, emociona e incentiva a todos nós a continuarmos trabalhando nos projetos em prol do meio ambiente. E é ainda mais louvável por começar na escola, com a educação ambiental na prática e com incentivo ao empreendedorismo’’, enfatizou o gestor municipal.

 

Já Olivar Francisco Filho, Diretor de Resíduos Sólidos, destacou que toda a ação com o reaproveitamento do lixo é importante para a mudança de hábitos. “Esse trabalho sintetiza tudo o que estamos fazendo com lixo em nossa cidade. Hoje, Imbituba é o único município da região da AMUREL onde o lixo reciclado gera renda para uma cooperativa de catadores”, reiterou o diretor.