Tubarão

Esta semana deve ser liberado o recurso de R$ 140 mil para a elaboração do projeto das cabeceiras da ponte de Congonhas, na divisa entre Tubarão e Jaguaruna. Assim que estiver disponível inicia o processo licitatório, provavelmente na próxima semana.

A obra, do governo do estado, deveria estar pronta em dezembro de 2014. Até agora já foram investidos R$ 1,7 milhão. A construção das cabeceiras só será iniciada em 2016 e não há previsão de quando será finalizada. 

Conforme o secretário de desenvolvimento regional em Tubarão, Caio Tokarski, a partir do resultado do projeto o prefeito de Tubarão, Olavio Falchetti, e o de Jaguaruna, Luiz Napoli, serão chamados para conhecer os resultados. “Apresentaremos os dois resultados, as duas equações, as duas soluções. Diante das possibilidades de parceria, ou não, buscaremos a solução definitiva, que é a execução dos acessos das cabeceiras da ponte de Congonhas”, destaca.

Há mais de dois meses as obras das cabeceiras, que eram realizadas pelas prefeituras a pedido do governo do estado, foram paralisadas após uma movimentação de terra no lado da Cidade das Praias. 

A estrutura definitiva terá 64 metros de comprimento e 8,9 metros de largura, com duas passarelas para pedestres, com largura de 1,1 metro, em um total de área construída de 569,6 metros quadrados. No trabalho de estaqueamento foram colocadas 60 estacas, divididas 30 para cada lado, no rio que apresenta quatro metros de profundidade.