Uma bebê recém-nascida, de apenas 3 dias de vida, foi picada cinco vezes por um escorpião-amarelo que estava no cordão umbilical. O caso foi no começo de  setembro, na cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. A menina foi socorrida e sobreviveu.

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou que familiares levaram a bebê para um posto de saúde depois que ela apresentou um aumento da frequência cardíaca, excesso de saliva e recusa alimentar.

“Na hora que a médica tirou a roupinha dela, ele estava em cima do cordão umbilical, que nem tinha caído ainda. Ninguém soube explicar como aconteceu isso. Porque antes dela ir para o hospital, eu troquei a roupinha dela três vezes e eu não vi. Ninguém viu. Nem a médica do posto viu. É uma coisa sem explicação. Só Deus para explicar”, disse Fernanda Ferreira dos Santos, a mãe da bebê, de 25 anos.

A menina teve alta após passar três dias internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Segundo o laudo médico, seis ampolas do soro antiescorpiônico foram aplicadas na recém-nascida.

A mãe da bebê revelou que a casa onde morava estava infestada por escorpiões. A história comoveu um empresário de Vitória da Conquista, que doou 6 meses de aluguel para a família. O homem também deu um emprego ao pai da menina.

“Nem sei explicar, só agradecer a Deus pelo grande milagre que ele fez na vidinha dela e na minha pela segunda vez. São dois milagres na vida de minhas filhas. Os médicos não deram expectativa de vida para minha outra filha e hoje ela já tem 7 anos. Graças a Deus”, disse Fernanda.