Carolina Carradore
Braço do Norte

Fraldas e mamadeiras farão parte da rotina da fotógrafa Sidnéia Daufenback Batista Voss, de 31 anos, e do marido, Anderson Marcelino Voss. Moradora de Braço do Norte, Sidnéia deu à luz cinco meninas, nesta sexta-feira, na maternidade Camela Dutra, em Florianópolis.

Por terem nascido de sete meses, todas estão internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas segundo o chefe do serviço de neonatologia da maternidade, o médico Remaclo Fischer Júnior, as meninas passam bem.

O trabalho de parto durou mais de uma hora e contou com uma equipe de dois obstetras, cinco pediatras, cinco técnicos de enfermagem e um anestesista. A mãe passa bem e espera ser a primeira a fotografar as filhas. Por conta disso, a família proibiu a divulgação de imagens.

Segundo a assessoria de comunicação da maternidade, a família optou em não dar entrevistas pelo menos até este fim de semana. Os nomes das crianças também não foram divulgados.

Após ganharem alta, voltam com os pais para Braço do Norte. E a correria vai ser grande para o casal. Para ajudar a família, uma indústria comprometeu-se em doar fraldas e outros materiais de higiene.

Surpresa
Casados há sete anos, Sidnéia Daufenback Batista Voss e Anderson Marcelino Voss tiveram um filho em 2008. Apesar de uma gestação tranquila, o bebê faleceu dois dias após o parto. Mesmo assim, não desistiram da vontade de aumentar a família. O mais incrível é que Sidnéia não fez tratamento de fertilização para engravidar.

Outro caso
Essa não é a primeira vez que Santa Catarina registra o nascimento de quíntuplos. Em 1982, cinco crianças – três meninos e duas meninas – nasceram em São Miguel do Oeste. Hoje, aos 28 anos, todos moram e trabalham na cidade natal.