Washignton , EUA

Depois de apresentar o seu projeto em um grande evento do setor energético na Polônia, o engenheiro imbitubense e morador de Tubarão, Arthur Rangel Laureano teve outro grande reconhecimento internacional em sua carreira. O servidor lotado na Celesc da Cidade Azul apresentou, essa semana, em Washignton , Estados Unidos, o seu trabalho sobre Programa Bônus Motor, desenvolvido pela Celesc Distribuição S.A, na 2019 AEE World Energy Conference & Expo.

Executado no ano passado, o projeto ofereceu subsídio para substituição de motores antigos por outros, mais novos e eficientes em termos de consumo de energia e aumento da confiabilidade. Em novembro, o projeto foi premiado como o melhor na categoria Eficiência Energética na 23º edição do Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica (Sendi), em Fortaleza, no Ceará.

Com mais de 40 anos de história, o congresso e exposição de eficiência energética dos Estados Unidos é um dos maiores e mais importantes do mundo. A conferência reuniu especialistas em energia e eficiência energética de todo o mundo, que falaram sobre o que há de mais avançado nestas áreas. Mais de 3 mil profissionais de energia e sustentabilidade de mais de 60 países participaram do evento neste ano.

 

Sobre o Bônus Motor

O Programa Bônus Motor promoveu a eficiência energética no setor empresarial catarinense por meio da substituição de motores elétricos antigos e/ou recondicionados por motores novos mais modernos e mais eficientes, utilizando um sistema de bônus variável em função da potência do motor antigo e do rendimento do novo motor.

O projeto realizou em 2018 a troca de mais de 1,7 mil motores elétricos, principalmente nas indústrias, o que gerou uma economia total de aproximadamente 18,6 GWh/ano e uma redução da demanda no horário de ponte de 2,4 MW/ano. Esta economia corresponde ao consumo de 7,7 mil residências durante o mesmo período e uma redução de 1,7 mil toneladas de gás carbônico que seriam emitidos para a atmosfera.

Por meio deste projeto, a Celesc incentivou a atualização tecnológica do parque de motores elétricos utilizados no Estado, diminuindo e tornando menos atrativa a prática de recondicionamento de motores elétricos e utilização de motores antigos e pouco eficientes e possibilitando o setor empresarial a manter, ou ainda aumentar, sua atividade, consumindo menos energia elétrica e melhorando sua competitividade. A apresentação do Programa Bônus Motor nos EUA fez parte da AEE’s First International Live-Stream Conference Event e foi transmitida online para membros da AEE em todo mundo.