Hoje a prefeitura atua em período de 6 horas. Agora, a ideia é voltar às 8 horas diárias já que não houve a economia.
Hoje a prefeitura atua em período de 6 horas. Agora, a ideia é voltar às 8 horas diárias já que não houve a economia.

Wagner da Silva
São Ludgero

O retorno ao trabalho em período integral na prefeitura de São Ludgero estará em pauta na reunião entre o chefe do executivo, Ademir Gesing (PMDB), o Gogo, e os secretários. Desde o ano passado os servidores atuam em jornada reduzida, de 6 horas diárias. A medida foi tomada sob a argumentação de diminuir os gastos da administração, mas o economizado não foi significativo. Desta forma, a proposta é voltar a trabalhar as 8 horas diárias.

“Queremos atender bem a população e vamos avaliar esta mudança com a equipe. Se trouxer benefício à população, voltaremos a atuar em período integral”, adianta Gogo. O secretário de administração, Elói Soethe, avalia a alteração como benéfica para a sua pasta. “A maioria dos órgãos estaduais trabalha no período oposto ao da administração. Para encaminhar documentos é necessário aguardar até a tarde. A mudança no horário vai facilitar neste sentido”, opina.

Mesmo sem ter definição, o secretário de transportes e obras, Bertino Hobold, também apoia a ideia. “Nosso trabalho renderá mais e, com alguns ajustes, teremos menos despesa de deslocamento”, considera. Se a mudança for aceita, a prefeitura de São Ludgero passará a funcionar no período integral já a partir do próximo mês.