Brunel considerou que o percentual proposto é alto e vetou o projeto
Brunel considerou que o percentual proposto é alto e vetou o projeto

 

Angelica Brunatto
Capivari de Baixo
 
O projeto de lei criado pela mesa diretora da câmara de vereadores de Capivari de Baixo, com o intuito de aumentar em 47% os salários dos parlamentares, prefeito e vice foi vetado. A decisão do gestor Luiz Carlos Brunel Alves (PMDB) foi tomada na manhã de ontem, após uma reunião com todos os vereadores. Brunel avalia que o percentual é alto e desvaloriza o trabalhador do município.
 
“Eles entenderam o argumento e concordaram com a decisão”, confirma Brunel. Caso o texto fosse sancionado como estava, o salário de um vereador de Capivari de Baixo, hoje de R$ 4 mil mensais, passaria para R$ 6 mil. 
 
O valor seria equiparado a de secretário da prefeitura, por exemplo. No caso do prefeito, o vencimento mensal passaria dos atuais R$ 10 mil para R$ 18 mil. Já o vice, que hoje recebe R$ 6 mil, ganharia R$ 9 mil.