O Porto de Imbituba lançou na segunda-feira (21) o  Programa de Prevenção de Alcoolismo no Trabalho Portuário. A iniciativa é uma parceria da comunidade portuária de Imbituba (Órgão Gestor de Mão de Obra – OGMO Imbituba, SCPAR Porto de Imbituba, sindicatos dos trabalhadores e operadores portuários) como resultado da adesão ao Programa Trabalho Seguro, do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região.

A cerimônia que marcou o início das ações foi realizada em frente à base do programa, um contêiner adaptado localizado ao lado do Cais 1. Contou com a presença de representantes do OGMO, da Autoridade Portuária, do Sindicato dos Operadores Portuários de Imbituba (SINDOP) e Trabalhadores Portuários Avulsos (TPAs). O gestor regional do Programa Trabalho Seguro, juiz do trabalho, Dr. Ricardo Jahn, também participou do ato.

A iniciativa, que agora faz parte do dia a dia das ações preventivas do Porto de Imbituba, engloba campanhas de conscientização, por meio de materiais informativos, e aplicação de testes de bafômetro, por amostragem, antes de iniciar cada turno operacional.

Conforme explica o Diretor Executivo do OGMO, Gilberto Barreto, o programa concretiza o atendimento às reivindicações dos próprios trabalhadores, desejosos de um ambiente de trabalho mais seguro. “Ele começa atuando educativamente, mas já impedindo de trabalhar os que forem detectados positivos no exame do bafômetro”, ressalta Barreto.

Durante a apresentação do Programa, o diretor-presidente da SCPAR Porto de Imbituba, Fábio Riera, falou sobre a importância da parceria entre as instituições na promoção da saúde no ambiente do trabalho. “Essa é uma responsabilidade conjunta e a intenção é continuar atuando para que todos possam realizar suas atividades e retornar aos seus lares com segurança”, apontou Riera.

O Juiz do trabalho, Ricardo Jahn, agradeceu o empenho da comunidade portuária e destacou a importância de cada trabalhador se engajar na iniciativa, contribuindo para um ambiente de trabalho seguro.

De acordo com Gilberto Barreto, “o OGMO e os Sindicatos trabalharão juntos na busca do melhor enfrentamento a esse grave problema, inclusive para encaminhamento dos trabalhadores às clínicas especializadas no acolhimento e tratamento da doença. A próxima etapa será estender o programa a todos os que trabalham na Área do Porto Organizado, para o que a atuação da SCPAR e dos Operadores Portuários terá importância inestimável”.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: SCPar Porto