Florianópolis

Desde novembro do ano passado, as multas de trânsito podem ser pagas com 40% de desconto, por um aplicativo para celular. No entanto, até agora, poucos conhecem esta tecnologia e as multas em rodovias estaduais ainda não podem ser pagas por este sistema.

Depois de instalar o aplicativo, o usuário insere o CPF, o nome e o número da carteira nacional de habilitação (CNH). Depois, a pessoa cadastra os veículos em seu nome no sistema.

Para que a multa possa ser visualizada pelo celular, o órgão que a emite precisa ter aderido ao sistema, é o caso da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que fiscaliza as rodovias federais no país.

As multas das rodovias estaduais, emitidas pela Polícia Militar Rodoviária (PMRv), e as multas administrativas, do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), não entram no sistema.

Apenas as multas aplicadas em rodovias federais são visualizadas pelo aplicativo de celular, porque para isso é necessário um convênio ao qual alguns órgão ainda não aderiram. A expectativa é de que até o fim deste mês, o Detran esteja conveniado ao sistema.

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) acredita que haverá um acordo entre o Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) e o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran ) para que as multas das rodovias estaduais sejam incluídas no aplicativo.

Fonte: G1/SC