Os proprietários de canoas de pesca artesanal de todas as praias de Garopaba, e da Praia do Rosa (Imbituba), e representantes de associações de surfistas, decidiram pela proibição da prática de surfe em algumas praias e a utilização do sistema de bandeiras em outras durante a temporada da pesca da tainha.

O acordo entre categorias manteve decisão de anos anteriores, com as mesmas regras das temporadas passadas. A decisão entra em vigor nesta quarta-feira, dia 1º de maio, e se estende até o dia 30 de julho. Houve unanimidade em manter o acordo.

As praias do Silveira e do Ouvidor terão bandeiras que indicarão a condição de surfe ou de pesca, ou seja, com a bandeira vermelha hasteada é proibido surfar, e com bandeira baixa está liberado a prática do surfe.

Na Praia da Ferrugem, está liberada para o surfe no canto norte a qualquer dia num raio de 250 metros do costão norte. 

Imbituba

Na Praia do Rosa, em Imbituba, está liberado o surfe no canto Norte num raio de 250 metros do costão Norte e com esquema de bandeiras no canto Sul: bandeira vermelha hasteada, proibido surfar; bandeira baixa, está liberada a prática do surfe.