O Euro, lançado em 1999, bateu marcas históricas nesta segunda-feira, ao ultrapassar pela primeira vez a cotação de R$ 5, atingo a máxima de R$ 5,0235. Às 14h59min, a moeda oficial de 19 países-membros da União Europeia, operava com variação de 1,54%, sendo vendida a R$ 5,0164. O valor refere-se ao euro comercial: quem vai viajar e precisa comprar moeda, o preço é ainda maior, porque há custos embutidos, como gastos que a corretora ou casa de câmbio repassa ao cliente e as alíquotas de Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF), cobradas nas operações de câmbio.

A alta ocorre em meio ao temor do mercado global com a disseminação do coronavírus e dos fluxos elevados de capitais para mercados de menor risco. A Bovespa opera em alta nesta segunda-feira, depois de perder mais de 8% na última semana.