Um paciente da doença de Parkinson, que estava há anos numa cadeira de rodas, começou andar e surpreendeu os médicos. Charles Shields, que é paciente do Centro de Reabilitação e Enfermagem Oasis Pavilion, no Arizona, EUA, não conseguia ficar mais em pé. Ele se levantou e caminhou após praticar de aulas de Sign Chi Do, que foca em força, equilíbrio e flexibilidade, para pacientes com função motora reduzida.

“É um milagre para mim porque eu estava sentado lá como um vegetal”, disse ele à agência de notícias FoxNews.

Estudos sobre a atividade mostraram resultados positivos, mas o caso de Shields excede as expectativas. Após as aulas, Shields vem ganhando força, mostrando uma melhora progressiva e andando pelo centro. Ele já retomou seus hobbies de pintura e tocar a gaita.

“O Sign Chi Do favorece alguns bons resultados, mas nada comparado ao que vimos aqui”, disse a doutora Anne Borik, diretora médica do hospital. “Eu sinceramente acho que deixando a ciência de lado, a explicação é o poder de oração”, disse.

A agência informou que Shields pode deixar o Centro Clínico por causa da melhora. “Muitas acreditam que as coisas são científicas, mas isso é absolutamente um milagre”, disse Vicki Hadden, coordenador do MDS.

De acordo com a fundação, com mais de 10 milhões de pessoas vivendo com a doença em todo o mundo. Os homens são 1,5 vezes mais propensos a ter a doença do que as mulheres.