Wagner da Silva
Braço do Norte

Com a entrega de laços rosas aos fiéis, as voluntárias da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Braço do Norte aproveitaram a missa da saúde, realizada ontem, para divulgar a campanha Outubro Rosa, O nome é em alusão ao fato de que este é o mês mundial para mobilização de combate ao câncer de mama.

Desde o início do mês, a iluminação em tom rosa da praça da igreja de Braço do Norte e da fachada da Cerbranorte chamam a atenção das pessoas e serve para alertar sobre os perigos da doença. Vários comerciantes do município também aderiram ao rosa e enfeitaram as vitrines como forma de contribuir com a campanha.

A presidenta da entidade, Valdete Volpato Aguiar, a Val, revela informações tristes acerca da doença: entre as mulheres, o câncer de mama é o que mais mata. Por outro lado, ensina Val, o autoexame pode salvar vidas. Além disso, é prático, fácil e não tem custo algum. Quando detectado no início, a possibilidade de cura é de 95%. “A doença é silenciosa e, quando a pessoa sente algo, sua vida já pode estar em risco”, conscientiza Val.

Para reforçar a importância de prevenir a doença, até o fim deste mês, várias ações serão realizadas em Braço do Norte e outros municípios catarinenses. “Se salvarmos uma vida, toda esta mobilização já terá valido a pena. Juntos, podemos fazer mais que isso e este é o objetivo da Rede Feminina e o foco de nossa luta”, convoca Val, emocionada.