O contrato com a USS Construção Civil, de Braço do Norte, foi assinado segunda-feira. Ontem, o secretário estadual da educação, Marcos tebaldi, expediu, em solenidade em Rio Fortuna, a ordem de serviço para a empresa.
O contrato com a USS Construção Civil, de Braço do Norte, foi assinado segunda-feira. Ontem, o secretário estadual da educação, Marcos tebaldi, expediu, em solenidade em Rio Fortuna, a ordem de serviço para a empresa.

Zahyra Mattar
Rio Fortuna

A tarde foi de festa em Rio Fortuna. E o secretário estadual de educação, Marco Antônio Tebaldi, não poderia ser recebido de forma diferente. A assinatura da ordem de serviço para o início das obras do Centro de Educação Profissionalizante (Cedup) em Rio Fortuna marca uma nova fase no setor da educação pública no Vale.

As obras iniciam já na próxima semana e serão executadas pela USS Construção Civil, de Braço do Norte, vencedora da licitação com a proposta de R$ 6.250.064,12. “O projeto beneficiará alunos de todos os municípios da região. É a oportunidade na porta de nossas casas”, enalteceu o prefeito de Rio Fortuna, Silvio Heidemann.
O prédio será erguido em uma área total de 5.529,50 metros quadrados e deverá ficar pronto em aproximadamente 18 meses (maio de 2013). A terraplenagem já foi feita e há o básico, como rede elétrica e hidráulica, para a empresa instalar-se.

“A instituição de ensino será voltada para o setor agrícola, uma das atividades mais fortes em todo o Vale", destaca o secretário de desenvolvimento regional em Braço do Norte, Gelson Luiz Padilha (PSDB).
A definição dos cursos que serão implantados será coordenada pela secretaria estadual de educação. “Os alunos não só terão aprendizado na hora, mas sim para uma vida inteira. Hoje, as grandes empresas vão para locais onde há mão-de-obra, e com os cursos profissionalizantes teremos uma chance de instalar novos empreendimentos na região”, comemora Tebaldi.
O Cedup em Rio Fortuna recebe investimento do governo federal, por meio do programa Brasil Profissionalizado. O estado é parceiro no empreendimento e ficará com a responsabilidade de arcar com a manutenção da escola e a contratação e pagamento dos professores.

Saiba Mais
O projeto arquitetônico do Cedup, desenvolvido pela equipe da Coordenação de Desenvolvimento de Projeto do Fundo de Desenvolvimento da Educação (FNDE), prevê a construção de 12 salas de aula, seis laboratórios básicos, um auditório, uma biblioteca, teatro de arena, refeitório, área de vivência e também uma quadra esportiva. A nova instituição de ensino terá capacidade para atender 500 alunos por turno.