Wagner da Silva
Braço do Norte

O mercado de informática cresce a cada dia. As novas tecnologias e a própria concorrência levam os consumidores a deixarem de comprar em lojas especializadas para adquirir o equipamento desejado por preços e condições de pagamento melhores. Na maioria dos casos, este problema inicia no momento em que este produto necessita de manutenção. Caso dos computadores.
Para garantir a segurança na compra, lojas de informática da região de Braço do

Norte criaram o Núcleo Setorial de Informática (NSI). O objetivo do grupo, que agrega nove lojas, é mostrar aos clientes o benefício de comprar produtos em lojas de informática e ainda qualificar os profissionais da área.
A forma encontrada para garantir esta segurança ao consumidor foi a confecção de um selo de identificação. Para obter o ‘atestado’, uma banca de profissionais da área analisará a qualidade das máquinas, produtos e acessórios de informática. “Este selo tem por objetivo garantir ao consumidor que a compra do produto em determinada loja é segura”, explica o comerciante e relações públicas do núcleo, Aloísio Wensing Mai.

Os maiores beneficiados com a criação do NSI, será o consumidor. Hoje, a maior fatia do mercado de computadores está concentrada nas grandes redes, que não oferecem o pós-venda. “Profissionais capacitados, além de programas de descontos e assistência pós-venda, são algumas propostas a serem oferecidas ao consumidor”, explica o relações públicas.

Outro problema enfrentado pelos comerciantes do segmento é o fato de apenas os grandes pólos do país oferecerem cursos específicos da área de informática. “Com esta ferramenta, podemos estruturar cursos e trazer profissionais habilitados para capacitar nossos colaboradores”, pontua Aloísio.