Imbituba será o primeiro município a receber a unidade móvel hoje. Ações de enfrentamento e combate à violência contra as mulheres serão realizadas

Imbituba

Com objetivo de ser base itinerante do enfrentamento à violência contra as mulheres, em especial as do campo, o Programa ‘Mulher, Viver Sem Violência’ chega à região a partir de hoje. Por meio de uma unidade móvel estarão disponíveis atendimentos às mulheres em situação de violência. Imbituba será o primeira a receber a ação, hoje, na avenida João Rimsa, em frente à Policlínica, a partir das 11h30, com previsão de encerramento às 17h.
Os serviços da Assistência Social serão disponibilizados com os profissionais atuantes no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Programa Bolsa-Família. Os atendimentos são de caráter preventivo, de assistência, de apuração, investigação e enquadramentos legais, sempre pautados no respeito aos direitos humanos e aos princípios do Estado Democrático de direito, norteados no Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra as mulheres.
Amanhã, a unidade móvel estará em Imaruí, das 8h30 às 17h, na Praça Getúlio Vargas, no Centro. Na quarta, vai para Garopaba, na comunidade da Costa do Macacú, onde atenderá das 9 às 12h e das 14 às 16h. Na quinta, será a vez de Pescaria Brava receber a ação que visitará as comunidades de Taquaruçu, das 9 às 12h e na Carreira do Siqueiro, das 13h30 às 17h30. Na sexta-feira, o programa será realizado em Laguna, no distrito do Ribeirão Pequeno, em frente ao Salão Paroquial, das 13 às 17h.

Combate à violência
O Programa Mulher Viver sem Violência, foi lançado em 2013, pelo governo Federal, para integrar e ampliar os serviços públicos existentes voltados às mulheres em situação de violência, mediante a articulação dos atendimentos especializados no âmbito da saúde, justiça, segurança pública, rede socioassistencial e da promoção da autonomia financeira. Os serviços serão disponibilizados por meio das prefeituras dos municípios de abrangência da Regional com apoio da Coordenadoria Estadual da Mulher em parceria com a Agência de Desenvolvimento Regional de Laguna.