Um crime chocante e que coloca em evidência a ousadia dos suspeitos chamou a atenção de Joinville, no Norte de Santa Catarina, na noite de sexta-feira (6). Uma mulher de 36 anos foi assassinada, com oito tiros, enquanto estava ao lado do caixão do companheiro, durante o velório que estava sendo realizado na zona Leste da cidade. Ele havia sido assassinado na noite anterior.

Sabrina Martins, de 36 anos, era mulher transgênero e estava no velório do companheiro, o motoboy Emerson Ferkrusser Mello Júnior, de 23 anos, que foi brutalmente assassinado com mais de 15 tiros na noite de quinta-feira (5). Ela foi surpreendida por dois homens, que atiraram inúmeras vezes em sua direção.

Ao menos 15 tiros foram disparados dentro da capela mortuária São Sebastião, no bairro Iririú. Ela chegou a ser socorrida e encaminhada ao hospital, mas morreu minutos depois.

De acordo com o delegado Rafaello Ross, que atendeu a ocorrência, a polícia trabalha com uma linha de investigação definida, que não será divulgada para não atrapalhar o trabalho policial. A Delegacia de Homicídios investigará o caso e deve ouvir, durante a semana, as testemunhas que estavam no local do velório.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: NDMais