O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e a Polícia Militar do Estado (PMSC) firmaram mais uma parceria. O financiamento do projeto ‘PMSC Cidadão’, aplicativo para smartphones que facilitará e democratizará o acesso à segurança, foi oficializado na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, em Florianópolis.

Para o pleno desenvolvimento da iniciativa, que disponibilizará ao cidadão serviços como o programa rede de vizinhos, o atendimento à mulher vítima de violência doméstica e o 190, serão repassados recursos no valor de R$ 1.063.087,00, provenientes do Fundo para Reconstituição de Bens Lesados (FRBL). O projeto foi aprovado por unanimidade pelo Conselho Gestor do FRBL na reunião de julho deste ano.

O convênio que permite o repasse foi assinado pelo Procurador-Geral de Justiça, Sandro José Neis, pelo Subprocurador de Assuntos Institucionais e Presidente do FRBL, Procurador de Justiça Fábio de Souza Trajano, e pelo Comandante-geral da PM, Coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior. “Este nosso gesto é um avanço efetivo na proteção da sociedade, uma parceria que visa o bem-estar do cidadão. Todos nós ganhamos com isso”, celebrou Neis.

Para o presidente do FRBL, Procurador de Justiça Fábio de Souza Trajano, o PMSC Cidadão é mais um caso de projeto inovador que trará resultados muito significativos para a população. “O FRBL está sempre disposto a contribuir em projetos essenciais e inovadores, zelando para que os recursos decorrentes de acordos judiciais, extrajudiciais, condenações e multas retornem à sociedade catarinense por meio de investimentos e serviços”, destacou.

O Comandante-geral da PM, Coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, agradeceu pela oportunidade e por mais uma parceria. “Essa parceria expõe o que há de comum e também de melhor nas duas instituições. Iniciativas como o PMSC Cidadão têm o objetivo de tornar o estado mais leve, rápido e eficiente”, explicou.