João Batista Coelho Júnior/Prefeitura de Imbituba/Divulgação/Notisul
João Batista Coelho Júnior/Prefeitura de Imbituba/Divulgação/Notisul

Letícia Matos *
Imbituba

É extremamente difícil apontar qual o pedacinho do Brasil é mais lindo e tem mais opções para o turismo. Cada lugar possui a sua peculiaridade, seu estilo, deixa a sua marca! Com o dólar nas alturas, caiu a parcela de brasileiros que tinha o exterior como destino. 

Conforme o Ministério do Turismo, a procura por destinos nacionais é 78% maior do que nos últimos cinco anos. Prova disso são as praias, as trilhas, as cidades hidrotermais da região lotadas. E a expectativa é que continuem assim durante a temporada, que este ano é curta, porém, promissora.

Segundo a previsão da secretaria de estado do turismo, cultura e esporte, mais de oito milhões de pessoas devem passar por Santa Catarina ao longo da temporada de verão. Um incremento de 30% em relação aos 6,2 milhões de visitantes da temporada passada. O número, avalia o gestor da pasta, Filipe Mello, corrobora a expectativa do governo em função da alta do dólar, mas também de divulgação de Santa Catarina dentro do próprio país, algo que não ocorria com tanta propriedade assim. “Essa será uma das principais temporadas de verão da nossa história”, valoriza.

Opção é o que não falta. As praias de Imbituba, Laguna e Jaguaruna destacam-se com locais paradisíacos e próprios para a prática de esportes, lazer e diversão.

Para quem procura algo mais retirado para descansar e relaxar, Gravatal e Santa Rosa de Lima têm a tranquilidade hidrotermal. 

E bem pertinho tem a Praia Grande, com um turismo alternativo em meio à natureza. 

*Colaboração: Zahyra Mattar

 

Taxa de ocupação chega a 100% na Zimba
Imbituba despede-se de 2015 em grande estilo. A movimentação de turistas é maior a cada ano. Nesta semana, a taxa de ocupação beira os 100%. “Tem muitos grupos à procura de casas, hotéis, pousadas e não há nada disponível. As praias estão lotadas”, enaltece o secretário de turismo, Paulo Sefton.

São nove praias no município com um visual único da natureza que mistura dunas, pedras, mar e montanhas. Além de caminhadas na areia à beira-mar, existem as trilhas sobre os morros junto à mata nativa, onde pode-se observar o belíssimo recorte das praias e, dependendo da altura, até mesmo a curva do horizonte no Oceano Atlântico. E no mar, muitas opções para a prática de esportes. A Praia de Ibiraquera é considerada a melhor para o standup paddle, kitesurf e windsurf em ondas em todo o Brasil. O canto da Praia da Vila (foto) é um dos recantos mais famosos no mundo do surfe. Opções não faltam!

O prefeito Jaison Cardoso conta que um grupo foi criado com antecedência para a operação verão. “Deixamos tudo o mais organizado possível para receber os turistas que já lotam totalmente a nossa cidade, o que reafirma Imbituba como um dos destinos mais procurados do sul do Brasil”.

 

Natureza e diversão são os pilares
Em Laguna, o paradisíaco Farol de Santa Marta e um dos Carnavais mais famosos do país são os principais atrativos. A cidade está com lotação em praticamente todos os hotéis, pousadas e campings. O acréscimo do número de turistas na Terra de Anita está bem visível desde o Natal. No último fim de semana (foto), por exemplo, mesmo com o tempo nublado, o movimento já era bem considerável à beira-mar. 

A natureza e a diversão são os pilares turísticos. No Laguna Tourist Hotel, por exemplo, até o próximo domingo não há mais vagas, está lotado. Conforme a assessora comercial Jane Marques, a ocupação para a primeira quinzena de janeiro chega a 85% dos 80 quartos disponíveis. “Em todos os parâmetros as expectativas estão melhores. As reservas para janeiro são de cinco a 20 dias. Com relação à ocupação está tudo melhor!”, destaca.

No Farol de Santa Marta a ocupação de pousadas, casas e campings também chega à lotação máxima. Paisagens maravilhosas, praias desertas, dunas e muita energia positiva conquistam os turistas.

 

Praia, lagoa e dunas: os atrativos de Jaguaruna
Jaguaruna guarda os segredos dos nossos antepassados nos mais de 50 sítios arqueológicos já descobertos. Porém, são as belezas naturais que encantam. Lagoa (foto), dunas e 37 quilômetros de praia. No verão, a cidade transforma-se no lugar preferido de muitos moradores da região.
De 17 mil habitantes, a cidade pula para quase 150 mil na alta temporada. E todos os balneários têm uma característica em comum, como destaca o aposentado Daniel José, veranista da cidade: “Aqui não tem prédios, são mais casas e o ambiente é mais familiar”, diz. São poucas as casas que restam para alugar durante a temporada. Até a primeira quinzena de janeiro praticamente todas estão ocupadas. 

 

Turismo cresce mesmo longe do litoral
Aos pés dos gigantescos Canyons de Aparados da Serra e Serra Geral, a cidade de Praia Grande, reconhecida como a “Capital Catarinense dos Canyons”, oferece ângulos inéditos para quem busca desafios, contemplação e lazer na natureza. 

Envolvida por cenários de sonho, com cachoeiras, piscinas naturais e trilhas no interior dos canyons (foto), a cidade estimula a prática de esportes radicais e o ecoturismo. Os fins de semanas de janeiro não têm mais vagas para as trilhas. Para o condutor de turismo Maurício Dalcin, as expectativas para a temporada são as melhores possíveis. “Pelo visto será um verão bem quente, dessa forma atrai os turistas a virem se refrescar em nossas cachoeiras e piscinas naturais. Acredito que devido à crise que estamos passando e à alta do dólar, o turismo nacional/regional não perde por esse quesito”, destaca.

 

Estâncias de águas termais são muito procuradas
Santa Catarina é um dos estados brasileiros com maior número de fontes hidrotermais, aproveitadas em 28 cidades, segundo informações da Associação de Turismo Hidrotermal de Santa Catarina. A temperatura varia, em média, entre 32ºC e 39ºC. No sul, para as cidades de Gravatal e de Santa Rosa de Lima as expectativas são ótimas. Além das águas termais, as estâncias oferecem modalidades de lazer ao ar livre, como caminhadas, passeios turísticos, esportes radicais, roteiros de compras e visitas a atrativos histórico-culturais, além da gastronomia típica de cada região.

Neste fim de semana, mais de 400 turistas curtiram o Balneário Paraíso das Águas, em Santa Rosa de Lima (foto). De acordo com o secretário de turismo e cultura, Joel Vandresen, as pousadas estão com lotação entre 85% e 100%. “A crise não afetou nossa região que possui inúmeras belezas naturais. As pessoas que moram em grandes centros procuram a região para descansar e relaxar, com qualidade de vida”, destaca.

No Hotel Internacional de Gravatal, a festa da virada já conta com 85% de ocupação, dos 118 apartamentos. A gerente de marketing, Karina Zapelini, salienta que por ser uma temporada mais curta, muitos ainda deixam para decidir em cima da hora. “Para a primeira quinzena da temporada estamos praticamente com lotação máxima. É mais vantajoso, para quem está em férias, vir durante a semana. Porque independente da condição climática, o hóspede sempre poderá usufruir do hotel e da programação”, enfatiza.