#pracegover Na foto, à direita Aquilson Noqueira aparece com um leve sorriso, à esquerda, a imagem da moto após a colisão

O corpo de Aquilson Nogueira, de 42 anos, está sendo velado na capela da Funerária Nossa Senhora da Piedade, em Jaguaruna. O sepultamento está marcado para às 16 horas no cemitério da comunidade de Ilhota Grande, em Gravatal.

Cebinho, como era conhecido, conduzia uma moto quando atravessou o trilho no Passo do Gado e colidiu com o trem. Ele foi atendido pelo Samu e chegou ser encaminhado com vida ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, mas não resistiu.

De acordo com a assessoria de imprensa da Ferrovia Tereza Cristina (FTC), Aquilson não observou as placas indicativas na PN, que possui boa visibilidade e é sinalizada de acordo com as normas legais vigentes. “O maquinista apitou e aplicou os freios, cumprindo todas as medidas de segurança exigidas, mas não conseguiu impedir o acidente, acionando imediatamente as equipes de socorro para o atendimento”, explicou a FTC em nota.

Na nota, a FTC esclarece que a “Passagem em Nível é equipada com a devida sinalização ferroviária ativa (sinais sonoros e luminosos), com sensor de aproximação, permitindo aos condutores boa visibilidade das composições, o que torna o acidente um ato imprudente do condutor rodoviário, por violar as leis do Código de Trânsito Brasileiro, art. 212, que diz ser infração gravíssima não parar o veículo antes de transpor a linha férrea. A Ferrovia Tereza Cristina lamenta o ocorrido e informa que registrou Boletim de Ocorrência para que as autoridades competentes possam apurar os fatos”.