Palhoça

A construção dos dois túneis para a Transposição do Morro dos Cavalos serão as maiores galerias escavadas em maciços rochosos para a duplicação rodoviária da BR-101 Sul, tanto no trecho catarinense quanto no segmento gaúcho de obras. Com 2,2 mil metros projetados, os túneis de Palhoça ultrapassam em 359 metros as galerias de Morro Alto, em Maquiné (RS), a maior construção escavada e liberada – que tem 1.841 metros de extensão.

No trecho catarinense, o maior túnel construído e liberado é do Morro Agudo, em Paulo Lopes (km 256), com 1.014 metros de extensão. Nesse maciço rochoso há uma galeria construída para abrigar o fluxo de veículos no sentido Florianópolis-Porto Alegre, assim como o túnel do Morro do Formigão (km 337). Porém, a transposição construída em Tubarão é menor, com 530 metros de extensão. Morro Alto foi o primeiro dos túneis a ser liberado ao tráfego de veículos, em dezembro de 2010, Morro Agudo em maio de 2012 e Morro do Formigão em julho de 2015.

Os dois túneis projetados para o Morro dos Cavalos são as últimas OAEs na duplicação da rodovia federal no trecho catarinense. O lote de obras está localizado entre o km 232 ao km 235,3, no município catarinense de Palhoça. O projeto prevê a transposição através de túneis Classe A, tipo interurbano duplo monodirecional, onde o túnel esquerdo terá 2.220 metros de comprimento, sendo cerca de 1.630 metros em rocha e 590 metros em solo/rocha alterada mole. O túnel direito terá 2.220 metros de comprimento, com cerca de 1.580 metros em rocha e 220 metros em solo/rocha alterada mole e 420 metros em túnel a céu aberto (Túnel Falso, Sistema Cut-and-Cover).

O traçado se desenvolve na direção do maciço do morro, à esquerda da pista existente, com afastamento máximo de 420 metros em relação ao eixo atual da BR-101 Sul. Os túneis terão pista de rolamento com 3,60 metros de largura, acostamento com três metros de largura e passarela no interior das galerias medindo 1,6 metro de largura.

A estrutura de pavimento prevista prevê a execução de material detonado, de espessura variável, conforme a quota da soleira do túnel. Sobre este material detonado, regularizado com material britado, será executada a camada de 12 cm, sobre essa camada será executada sub-base de CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente) de auto módulo com 10 cm de espessura. E por fim uma placa de CCP (concreto) com 24 cm de espessura.

O Dnit já recebeu a Licença de Instalação (LI) para os túneis no Morro dos Cavalos e aguarda o início do processo de licitação para empresa ou consórcio, que fará a construção das galerias.

 

Dnit/SC vai manter trabalhos de conservação sobre pistas da BR-101, na próxima semana

A BR-101 Sul catarinense vai abrigar trabalhos de conservação rodoviária entre Laguna e Pescaria Brava, do km 300 ao km 325, na próxima semana. O Dnit/SC vai manter equipes para limpeza com remoção de sedimentos e vegetação das barreiras tipo New Jersey – construções que dividem o fluxo de veículos, no centro das pistas duplicadas. A frente de serviços vai interromper a faixa de rolagem da direita, que fica próxima da proteção, para abrir espaço para os trabalhadores e equipamentos em movimentação.

Dentro do escopo de atividades, a autarquia ainda faz a limpeza das sarjetas e grades de proteção do sistema de escoamento pluvial. O aumento no fluxo de veículos em direção ao Norte e litoral catarinense traz mais acúmulo de materiais na BR-101, sejam depositados nas proteções centrais, sejam acumulados nas eiras e sistema de drenagem. Sedimentos em excesso trazem problemas para os usuários em movimentação e a todo o sistema de drenagem construído na duplicação da rodovia federal. Assim, o serviço de limpeza da New Jersey é essencial para manter a segurança e integridade na plataforma.

O segmento entre o km 300 ao km 325 agrupa nove viadutos e a Ponte Anita Garibaldi, espaços confinados onde os trabalhos de limpeza também ocorrerão. Nesses locais, o Dnit/SC pede aos motoristas que reduzam a velocidade e respeitem a sinalização provisória de obras instalada. Sempre antes dos serviços há indicação de proximidade feita por sinalizador (bandeirinha), com placas indicando a redução de velocidade para 60 km/h, restrito a todos os tipos de veículos.

As atividades serão executadas de segunda a sexta-feira e, em caso de necessidade, o horário é ampliado para o sábado. Os motoristas devem considerar trabalhos sobre pistas a partir das 7h30 às 18h. Com chuva, os trabalhos serão suspensos.

As operações de conservação na BR-101 Sul seguem o cronograma estabelecido pelo Dnit/SC, e são realizadas durante todos os meses do ano. Havendo necessidade, os trabalhos são realizados em intervalos menores. As operações de conservação e roçadas serão rotineiras. Para mais informações sobre a trafegabilidade na BR-101 Sul, os usuários podem contar com o serviço de Atendimento disponibilizado pela autarquia e gerido pelo consórcio Concremat-Tecnosolo, pelo telefone 0800-6030101 ou pelos links uteis no site 101sul.com.br.