Morreu nesta terça-feira (17), o tubaronense Luiz Gonzaga Locks (58 anos), também conhecido como  Pescoço. Conforme informações de amigos e pessoas próximas, Pescoço lutava contra um câncer.

O velório acontece na capela da Funerária Santa Rita, em Tubarão. O corpo será cremado no crematório São Mateus, em Capivari de Baixo. A família ainda não informou o horário da cerimônia.

Pescoço era muito conhecido na cidade. Trabalhou na área da construção civil e foi gerente da Mitsul durante muitos anos. Ele era divorciado e deixa um filho.

O radialista Milton Alves era muito amigo de Pescoço, fez um texto de despedida e publicou no Facebook:

“E O NOSSO “PESCOÇO” SE FOI

Um amigo comum postou num grupo de whatsapp, hoje a tarde, que ele havia se passado num momento de inconsciência, dormindo e sem dor, sob o efeito de uma aplicação de morfina. Se isso foi verdade, fico feliz por terem propiciado um instante de paz para uma alma que lutou todas as batalhas contra a doença, e mesmo vencida, se vai com a certeza de que não passou por essa vida em vão. Luiz Gonzaga Locks, o “Pescoço”, deixou marcas em tudo o que fez, porque fazia tudo com determinação, perseverança e amor. Vendendo carros ou cantando pelos bares da vida, viveu intensamente… abruptamente… incondicionalmente!!!

Ficamos tristes, mas a eternidade ganha uma alma sangue bom, um amigo daqueles que surgem em nossas vidas pra todas as coisas, e em todas as horas. Aliás, Belchior agora vai ter um parceiro para os bailes no céu”.