As chuvas que atingiram diversas regiões do Minas, nessa sexta-feira (24), deixou pelo menos 14 mortos e 16 pessoas estão desaparecidas no estado. Até o meio da manhã deste sábado, os bombeiros confirmaram quatro mortes em Betim,  quatro em Ibirité, uma Contagem, na região metropolitana de BH, duas na capital, na região do Barreiro, e uma em Matipó e outra em Manhuaçu, na Zona da Mata Mineira.

Na Vila Bernadete, no Barreiro, seis casas foram soterradas em um deslizamento de terra, no início da noite dessa sexta-feira (24). Dois corpos já foram encontrados e sete pessoas ainda estão desaparecidas. Em Contagem, uma criança morreu soterrada no Bairro Jardim Industrial. 

Em Betim, outro deslizamento de encosta atingiu duas casas. Em um dos imóveis estavam um casal e uma criança, e na outra casa um homem estava sozinho. 

As primeiras mortes registradas ocorreram em Ibirité, na Grande BH, na tarde de sexta-feira, dia de maior índice de chuva já registrado nos últimos 100 anos na Grande BH. Uma mãe, de 25 anos, e seus dois filhos, de 6 meses e 6 anos, e mais uma pessoas de identidade ainda não divulgada morreram soterrados após a casa deles desabarem.

No último balanço divulgados pelo Corpo de Bombeiros, 2.554 pessoas estavam desalojadas e 787 desabrigadas.