Neste domingo, foi servida no Parque de Exposições Conta Dinheiro, durante o último dia da 31ª Festa Nacional do Pinhão, a maior paçoca de pinhão do mundo. Foram produzidas três toneladas de paçoca, feitas por cerca de 30 voluntários, que estavam desde às 5 horas da manhã deste domingo, preparando a refeição. Além de voluntários, a paçoca também foi preparada pelo Restaurante “O Bistrô”. Foi a primeira vez que esta quantidade foi feita e a ideia é entrar para o livro dos recordes.

Uma concha e panela enormes foram usadas para produzir a paçoca, a concha foi segurada e movida dentro da panela por uma escavadeira. Um andaime foi colocado do lado da panela para os voluntários conseguirem cozinhar e eles usavam remos para mexer os ingredientes junto com a concha.

O responsável pela execução da paçoca, Ruan Rangel, conta que foram usadas duas toneladas de pinhão trituradas e mil quilos de carne e temperos, totalizando três mil quilos de comida. “Será possível servir mais de 10 mil porções, de 300 gramas cada uma”. A Fundação Cultural e a Secretaria Municipal de Educação distribuíram mais de 10 mil ingressos para os estudantes das escolas municipais, próximas ao Conta Dinheiro.

Expectativa para comer o prato tradicionalista

Adriana Vieira da Silva foi com seu filho e esposo saborear a paçoca de pinhão. Eles vieram do Bairro Copacabana, pois o filho estuda na Escola Municipal Santa Helena e ganhou ingresso da prefeitura. “A gente chegou às 10 horas, demos uma volta para conhecer a estrutura da festa e agora estamos esperando para comer a paçoca. Pelo jeito, ela está bem boa”.

Maior panela do Brasil

A maior panela do Brasil, que foi usada para a produção da paçoca de pinhão, pertence à cidade de Joinville (SC). Ela possui 9,24 metros de circunferência, cerca de 2 metros de altura e 12 mil quilos. O recipiente possui 7,4 mil litros de volume.