Maycon Vianna
Tubarão

Encarar uma fila e esperar quase oito horas em pé até os portões serem abertos. Foi assim nesta sexta-feira no Estádio Anibal Costa, em Tubarão. Muita gente chegou (bem) cedo para garantir o melhor lugar no show mais esperado do ano na região, da cantora baiana Ivete Sangalo.

As irmãs Bárbara Kuhl Cabral e Paula Kuhl, de Braço do Norte, são dois exemplos. Ambas chegaram a Tubarão e logo ‘de cara’ encabeçaram a fila. “Eu amo Ivete Sangalo. Sou muito fã dela. Vale a pena o sacrifício de ficar um tempão na fila. Logicamente, só vou aguentar com muita água”, declarou a estudante Bárbara, antes de entrar no estádio.

Por volta das 18 horas de sexta-feira, cerca de 200 fãs da cantora esperavam ansiosas a abertura dos portões. “Quero ficar bem perto do palco, sou apaixonada pela Ivete. Conheço todas as músicas e trouxe vários cartazes”, contou a técnica de enfermagem Graziela Neves, de Tubarão.

Quem estava no início da fila por nada cogitava a hipótese de ceder o seu lugar. Nem mesmo com uma proposta ‘tentadora’. “Nem por R$ 1 mil eu saio. Ficarei na frente até o show terminar. Nada faz eu sair daqui (começo da fila)”, garantia.

Aproximadamente 70 policiais militares e mais 28 integrantes da Guarda Municipal de Tubarão foram deslocados para garantir a segurança do público. Foi a segunda passagem de Ivete em Tubarão. O primeiro show solo foi em 2005, na Produsul, com um público estimado de 20 mil pessoas.

(Confira a cobertura do show na edição de segunda-feira).