Tubarão

A partir deste mês, quase 770 moradores da zona rural de Tubarão terão uma redução de 50% na Contribuição para Custeio da Iluminação Pública (Cosip), cobrada na tarifa mensal de energia elétrica.

 
A diminuição no valor é fruto da lei municipal sancionada em setembro do ano passado pelo prefeito Manoel Bertoncini (PSDB). A regra instituiu os mesmos valores de Cosip para consumidores residenciais da zona rural e da urbana.
 
Até dezembro do ano passado, quem morava no interior pagava uma taxa com valor entre R$ 2,87 e R$ 86,11, conforme a faixa de consumo. O dobro do que é pago por quem mora ‘na cidade’. 
 
“Mesmo com o alto custo para levar iluminação pública em áreas com pouca população, é injusto que eles paguem mais”, justifica Bertoncini.
Agora, todos os cidadãos contribuem com o mesmo valor mínimo de R$ 1,43 e máximo de R$ 43,06, de acordo com a faixa de consumo. Com a medida, o município deixará de arrecadar cerca de R$ 6 mil por mês com a Cosip.
 
A regra também diminuiu as categorias de contribuintes da Cosip. Agora são cinco: residenciais, indústrias, comércios, poder público, e empresas de serviços públicos. Cada um tem valores de contribuição diferente.
 
Isenção
O consumidor que gasta até 30 kWh de energia elétrica por mês, seja da área urbana ou rural, e os produtores agrícolas que usam energia para manter equipamentos e instalações são isentos da cobrança.
 
Serviço
Mais informações sobre as novas regras, pedidos de reparos e ampliação da rede elétrica podem ser feitos por meio dos telefones 0800-643-595 (neste, a ligação é gratuita) ou 3621-9023, ambos das 13 às 19 horas, ou ainda pelo e-mail cosip@tubarao.sc.gov.br. O departamento que administra a Cosip funciona de segunda a sexta-feira, das 13 às 19 horas, na prefeitura.