Para a regional de Tubarão, a celesc irá empregar R$ 60,9 milhões, até 2015, em melhorias no sistema. O plano de investimento foi apresentado ontem
Para a regional de Tubarão, a celesc irá empregar R$ 60,9 milhões, até 2015, em melhorias no sistema. O plano de investimento foi apresentado ontem

Tubarão

 

O plano de investimentos do setor elétrico de Santa Catarina para o período 2011 a 2015 foi apresentando ontem, na sede da Celesc, na capital. Serão aplicados, entre recursos próprios e de captações no mercado, R$ 1,75 bilhão, divididos entre as 16 regionais atendidas pela estatal. Para a de Tubarão, o montante chega a R$ 60,9 milhões.
 
A meta principal é atender aos índices regulatórios estabelecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e às necessidades futuras do estado por energia. Os investimentos preveem melhorias e ampliações em alta, média e baixa tensão, como a construção de novas linhas e subestações. 
 
“Atualmente, somos o quinto estado brasileiro em consumo de energia. São cerca de 2,3 milhões de consumidores. O desenvolvimento bate à nossa porta e precisamos investir em infraestrutura, sobretudo para garantir segurança energética”, pontuou o presidente da Celesc, Antonio Gavazzoni.
 
A cifra para cada região foi definida conforme os aspectos econômicos e técnicos para identificar as obras mais adequadas. “A Celesc enviará o planejamento às prefeituras e entidades empresariais e industriais das regionais. Caso se constate necessidades diferentes nos municípios e macrorregiões, o plano pode ser modificado”, reiterou Gavazzoni.