A Itália é um dos países com mais casos de Covid-19, doença provocada pelo coronavírus, no mundo — são, segundo o mais recente balanço divulgado, 52 mortos e mais de 2 mil pessoas infectadas. Diante desse cenário, uma idosa italiana decidiu gravar um vídeo com dicas bem-humoradas para evitar o contágio. A publicação, feita no canal do YouTube Casa Surace, ultrapassa 1,2 milhão de visualizações.

“Escute a vovó, eu já vi outras epidemias”, começa a nonna, antes de introduzir as dicas. A primeira delas é lavar as mãos: “E isso é uma novidade? Quantas vezes perguntei: ‘você lavou as mãos?’ Não apenas desde o coronavírus. Sempre”, brinca.

O segundo conselho é espirrar na dobra interna do cotovelo — em vez de usar as mãos. A nova maneira, que tem como intuito evitar que os germes do espirro sejam passados para objetos ou outras pessoas, também é, segundo a idosa, mais “legal”. Outra recomendação é evitar abraços e beijos. Para substituí-los, a nonna sugere uma piscada de olho.

A quarta dica também é importante: nada de discriminação. Como a China registrou os primeiros casos da doença, desde o início da proliferação do vírus entre humanos tem-se observado uma onde de xenofobia contra os asiáticos. “Lembre-se: o coronavírus passa, a discriminação, não. Não há cura”, diz a italiana.

As outras sugestões da nonna são: ficar em quarentena durante 14 dias; abandonar alguns hábitos, como o uso de lenços (algo que parece mais comum entre os europeus que entre os brasileiros); procurar e seguir as recomendações de médicos e cientistas; e não entrar em pânico. Por fim, a idosa saúda os internautas com uma piscadela de olho — seguindo a própria sugestão.

Se tiver dificuldade para assistir ao vídeo clique aqui.