O novo decreto que dispõe do horário de verão nas repartições públicas de Lauro Müller tem causado rebuliço nas redes sociais. Isso porque, a partir de hoje, a prefeitura e algumas secretarias já pré-determinadas passam a atender das 7h às 13h, com turno único nos setores e seis horas de trabalho diárias ininterruptas.

“A pergunta que fica: haverá redução dos salários compatível com a redução de carga horária de trabalho? Pois, se até o Governo Federal fez estudo e disse que o horário de verão não gera economia, por qual motivo a prefeitura irá fazê-lo? Não atendem as pessoas sem ofício e horário agendado porque estão sempre com muito serviço. Se em oito horas já está essa situação, imagina em seis”, disse uma internauta, indignada com a publicação.

A medida, conforme o decreto nº 294/2021, busca diminuir gastos com despesas como energia elétrica, ar condicionado, água, combustível e materiais de trabalho, com base na diminuição do fluxo de atendimento ao público externo, já reconhecido pela queda nos meses de dezembro e janeiro.

“Reduz o salário proporcionalmente também? Vergonha!”, comentou um morador. “Horário de verão?”, indagou outro.

As secretarias de Administração, Obras, Agricultura, Turismo, Assistência Social – ressalvados os órgãos essenciais, a Fundação de Meio Ambiente e a Prefeitura passam a adotar o horário de verão. A medida não se aplica às creches e escolas, às Unidades Básicas de Saúde, o Centro de Especialidades Médicas e a Farmácia Municipal. Nesses estabelecimentos, o atendimento permanece o mesmo.

Concessão de férias coletivas

Também foi estipulado, através do decreto, o recesso de fim do ano dos principais órgãos públicos, entre 21 de dezembro e 5 de janeiro, “considerando ainda que haverá a manutenção da prestação dos serviços essenciais, sem prejuízo à população”, dispõe o documento.

A reportagem do Jornal Tribuna de Notícias tentou contato com a prefeita de Lauro Müller, Saionara de Carvalho Bora, porém, até o fechamento da edição desta segunda-feira, não obteve retorno.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Com informações do TNSul