Lysiê Santos
Tubarão

Nas vésperas da chegada do Natal, o setor varejista inicia os preparativos para uma das épocas mais esperadas para o aumento das vendas. Em Tubarão, o embate clássico entre comerciários e patrões nos meses que antecedem a data festiva já começou. Este ano, o Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Tubarão e Região divulgou a proposta do “horário humanizado de Natal”. No entanto, o Sindicato do Comércio e Atacadista de Tubarão e Região (Sindilojas) afirma que o horário especial será divulgado no início da próxima semana e que quem o define são os lojistas, independente da proposta do sindicato dos comerciários.

Na quarta-feira da próxima semana deverá ser inaugurada a iluminação natalina em Tubarão. Um diferencial deste ano é a parceria formada entre Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e o Sindicato dos Moveleiros de Tubarão, que promove um concurso entre seus associados para a criação de imagens que serão utilizadas na decoração. Nesta parceria, será montado um parque para crianças. A CDL, segundo o diretor executivo, Felipe Nascimento, pensou neste ano em valorizar as atividades diurnas, para que as pessoas que estejam fazendo suas compras possam interagir no ambiente natalino.

Em outras cidades, os lojistas já definiram o horário especial de Natal. A CDL de Jaguaruna informa que o horário estendido inicia em dezembro. A partir do dia 6, as lojas ficarão abertas até às 20h. Na semana do dia 11 a 15, até às 21h, no sábado, dia 16, até às 18h, no domingo, dia 17, das 17 às 22h. Na semana do dia 18 a 22, o atendimento ocorrerá até às 22h. No sábado, dia 23, o comércio atenderá também até às 22h, e no domingo, dia 24, véspera de Natal, até às 18h. Nos dias 25 e 26, as lojas permanecerão fechadas. No dia 30, o atendimento será feito até o meio-dia. No dia 31 também permanece fechado.

Em Braço do Norte, de 4 a 8 de dezembro, as lojas ficarão abertas até às 19h. De 11 a 15, o horário se estende até às 21h. No sábado, dia 16, até às 17h, e no domingo, dia 17, até às 21h. De 18 a 22, o horário também chega até às 21h. No sábado, dia 23, fica até às 20h, no domingo, dia 24, véspera de Natal, as lojas atenderão até às 17h, e no dia 25 permanecem fechadas. Nos dias 30, 31 e 1°, o comércio ficará fechado.

Em Imbituba, de 4 a 7 de dezembro o comércio atenderá até às 20h. No sábado especial, dia 9, até às 17h. Na semana de 11 a 15 até às 21h. No sábado, dia 16, até às 21h. De 18 a 22 até às 22h. No sábado, dia 23, até às 22h. Na véspera de Natal, dia 24, até às 17h. No dia 25 estará fechado. No dia 30, abre das 9 às 13h, e nos dias 31 e 1° fica fechado.

Papai Noel chega ao Farol Shopping neste sábado
Traje vermelho, barba branquinha, olhar sincero e coração acolhedor. Essas são características inconfundíveis que remetem a uma das figuras mais lendárias, o Papai Noel. E o bom velhinho, como também é conhecido, chega ao Farol Shopping, em Tubarão, neste sábado, para deixar a cidade ainda mais alegre e transbordar o espírito natalino. A chegada do Papai Noel está marcada para as 20h, na Praça Ivo Prim. A entrada é gratuita e, além de poder ver o bom velhinho de perto, o público ainda assistirá a um espetáculo especial chamado de “Um presente de Natal”. O musical é produzido pelos mesmos organizadores do Natal Luz de Gramado e Canela, no Rio Grande do Sul.

A entrada para assistir ao espetáculo também é gratuita. Depois da chegada, o bom velhinho ficará na sua casa dentro do Farol Shopping para receber a todos que quiserem deixar suas cartinhas, tirar fotos e vê-lo de perto. As visitas em novembro poderão ser feitas de segunda a sexta, das 16h às 22h; sábado e domingo, das 14h às 22h. Em dezembro, todos os dias das 14h às 22h. O Papai Noel fica no Farol Shopping até o dia 23 de dezembro.


Expectativa de aumento nas vendas e vagas de emprego

Os indicadores econômicos mais recentes dão sinais de que o comércio brasileiro iniciou lenta e gradual recuperação nos últimos meses. Como reflexo dessa percepção mais positiva, uma pesquisa feita com empresários do varejo pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra que, neste fim de ano, a expectativa dos comerciantes para o volume de vendas apresenta leve variação positiva de 0,8% frente ao faturamento do mesmo período que no ano passado. O levantamento também demonstra que os recentes sinais de reação da economia ainda não se traduziram na criação de novos postos de trabalho no curto prazo.

Apenas 15% dos comerciantes já contrataram ou irão contratar mão de obra extra para reforçar o quadro de trabalhadores no período. A gerente de uma loja de moda feminina de Tubarão, Daniela Fernandes Damian Guzatti, afirma que as vendas estão equilibradas e que a loja está à procura de uma nova vendedora para contratar. “Desde 2014 houve queda nas vendas e a redução de três funcionários na loja. Agora estamos retomando o equilíbrio e iremos contratar mais um colaborador”, conta.

Ela trabalha há 17 anos no comércio e acredita que o horário de final de ano deveria ser mais flexível. “Só aqui em Tubarão que tem essas ‘polêmicas’ por conta do horário. Nas outras cidades é definido com antecedência. Não vemos a necessidade de ficar até às 22h nas primeiras semanas”, comenta.