Um homem dado como morto pela polícia apareceu vivo diante da mãe na Rússia. Segundo informações do jornal “The Sun”, Konstantin Mikhailov, 43, voltou para a casa da mãe quatro meses depois de ser declarado oficialmente morto pelas autoridades de Kronstadt, na Ilha Kotlin.

O retorno inesperado foi um choque para a mãe do rapaz, Antonina Mikhailovna, 62, que afirmou quase teve um infartado quando viu o rapaz à sua porta. 

De acordo com o “The Sun”, a mãe avisou a polícia sobre o desaparecimento do filho em março. Um mês depois, as autoridades encontraram um corpo que acreditavam ser de Mikhailov. A mãe foi chamada para fazer a identificação e confirmou que o cadáver era seu filho.

A polícia agora não sabe o que fazer porque o rapaz foi declarado oficialmente morto. 

Às autoridades, Mikhailov, que era militar em uma base naval na ilha russa, disse que fugiu porque precisava de um tempo sozinho para pensar sobre o significado da vida.