O Dia Internacional da Síndrome de Down é celebrado anualmente em 21 de março. A data tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da luta pelos direitos igualitários, o seu bem-estar e a inclusão das pessoas com Down na sociedade.

A Síndrome de Down não é uma doença, mas sim uma mutação do material genético humano, presente em todas as raças.

Os motivos para a ocorrência da Síndrome de Down ainda são desconhecidos, mas o que se sabe é que começa na gestação, quando as células do embrião são formadas com 47 cromossomos, sendo que o normal seriam 46 cromossomos.

Origem do Dia Internacional da Síndrome de Down

O Dia Internacional da Síndrome de Down é celebrado em 21 de março (21/03), fazendo alusão aos 3 cromossomos no par número 21, característico das pessoas com Síndrome de Down.

A data foi escolhida pela Down Syndrome International, através da ideia do geneticista Stylianos E. Antonarakis, da Universidade de Genebra.

O Dia Internacional da Síndrome de Down está no calendário oficial da Organização das Nações Unidas, sendo comemorado pelos 193 países-membros da ONU.

Acompanhe fatos importantes da história que aconteceram dia 21 de março em outros anos:

 

753 a.C. – Fundada a cidade de Roma, hoje capital da Itália.

1829 – Terremoto mata 6 mil pessoas na Espanha. 

1871 – O imperador Guillermo I da Alemanha inaugura o primeiro Parlamento alemão e concede a Bismarck o título de Príncipe Imperial. 

1870 – Napoleão III anuncia uma profunda reforma constitucional, que só é concedida em 20 de abril. Esta transforma o regime em uma espécie de Monarquia Parlamentar.

1918 – O piloto alemão conhecido como Barão Vermelho morre durante a batalha de Somme. Ele ganhou o apelido por destruir mais de 80 aviões dos Aliados na Primeira Guerra Mundial.

1919 – A República Soviética é proclamada. 

1933 – Começa o III Reich. Em 1929, os planos do governo alemão na República de Weimar de reconstruir o país após a I Guerra Mundial desmoronou com a crise econômica dos EUA. Em 1932, eram 5,5 milhões de desempregados. Estava aberto o caminho para o nazismo.

1935 – A Lei de Segurança Nacional é usada pela primeira vez. No Rio de Janeiro é apreendida uma edição do jornal de esquerda A Pátria.

1935 – A Pérsia passa a se chamar Irã.

1944 – A Força Expedicionária Brasileira conquista as cidades italianas de Zocca e Montalto durante a II Guerra Mundial.

1952 Furacão atinge o Estado de Arkansas, nos EUA, matando mais de cem pessoas.

1960 – Brasília é inaugurada como capital brasileira.

1963 – A penitenciária de Alcatraz é desativada nos Estados Unidos. 

1979 – É aplicada a primeira pena de morte por injeção letal nos Estados Unidos, em Lynda May Burnett, que em 1978 seqüestrou e assassinou uma criança. 

1989 – Estudantes chineses começam os protestos contra o governo na Praça da Paz Celestial, em Pequim.

1993 – Um plebiscito aprova a continuidade do regime presidencialista no Brasil.

1997 – O índio pataxó Galdino Jesus dos Santos morre após de ter sido queimado vivo por cinco jovens de classe média alta que o encontraram dormindo em um ponto de ônibus de Brasília.

1999 – Wellington Camargo, irmão de Zezé di Camargo e Luciano, é liberado após 95 dias de cativeiro.

2001 – Parte do telhado do hipermercado Extra desaba sobre clientes e funcionários, em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, ferindo 47 pessoas.

2003 – A atriz Elizabeth Taylor anuncia a sua aposentadoria.

Nascimentos

» Johann Sebastian Bach (1685-1750), músico alemão

» Aírton Senna (1960-1994), piloto de F-1 brasileiro

» Lothar Mathäus (1961-), jogador alemão de futebol

» Ronaldo de Assis Moreira (1980-), o Ronaldinho Gaúcho, jogador de futebol

 

Falecimentos

0547 – São Bento

1657 – John Hilton, compositor inglês 

1998 – Deputado Luís Eduardo Magalhães, filho de Antônio Carlos Magalhães

2001 – Chung Ju-Yung, fundador do grupo Hyundai