Amanda Menger
Tubarão

Um apaixonado pelo futebol e pelo Hercílio Luz. Assim pode ser definido Rui Gomes Batista (foto). O ex-presidente do Leão do Sul está internado desde quarta-feira. Ele teve um problema em uma veia ligada ao coração. O hercilista foi transferido ontem à tarde para o Hospital São José, em Criciúma, para fazer um cateterismo.

“O estado de saúde dele é estável. Chegou a se cogitar que ele tivesse um aneurisma em uma veia cardíaca e que teria que passar por uma cirurgia, mas isso foi descartado. Rui passou mal quarta-feira e procurou uma farmácia que fica em frente ao Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão. Lá, o farmacêutico percebeu que ele estava mal e o levou ao hospital, onde foi atendido”, conta o presidente da Liga Tubaronense de Futebol (LTF), Cléber José Horácio, que é também compadre de Rui.

A vida de Rui está bastante ligada ao futebol. Na década de 60, ele jogou nas categorias de base do time, como atacante. A partir de 1975, passou a ser dirigente do Leão e ocupou diversos cargos, como diretor de patrimônio e presidente, entre 2001 e 2007. “Uma das principais conquistas de Rui foi evitar que o estádio Anibal Torres Costa fosse a leilão, devido às dívidas com o INSS deixados pelo Tubarão Futebol Clube”, conta o vice-presidente de futebol do Hercílio, Cláudio Fernandes, que também foi vice na gestão de Rui.

Rui trabalhou durante anos no Fórum e foi proprietário de um bar que levou o seu nome, próximo ao ‘pé’ do morro do Canudo (rua Prudente de Morais). Ele é separado e tem dois filhos, Aline e Guilherme.