Amanda Menger
Tubarão

Os voluntários do Movimenta-cão e os integrantes da Associação Amigo Peludo irão, definitivamente, integrar forças. Participantes dos dois grupos reuniram-se esta semana e aprovaram a fusão. A nova diretoria já foi indicada, mas alguns nomes serão confirmados. Nas próximas assembleias, serão apreciadas as mudanças no estatuto da organização não governamental.

“O nome escolhido é Movimenta-cão e escolhemos o logo, mas faremos alterações, antes de apresentar a imagem definitiva. Estamos trabalhando na parte de documentação da ong, ainda mais porque vamos elaborar um projeto para vacinar e castrar os cães que estão abrigados. Para buscarmos recursos, será necessário estar com a documentação em ordem”, explica o presidente do Movimenta-cão, Francisco Beltrame.

Os voluntários do Movimenta-cão foram convidados a se associarem à ong. “A intenção é que os associados contribuam com uma mensalidade de R$ 10,00 para que possamos bancar as despesas com o condomínio de uma sala que foi cedida no EJB e materiais de expediente”, exemplifica Beltrame.

Na próxima semana, será realizada uma reunião entre os integrantes do Movimenta-cão e veterinários. ”Queremos o apoio técnico deles, porque vamos apresentar um projeto ao prefeito Dr. Manoel Bertoncini (PSDB), como alternativa ao canil municipal e precisamos de informações técnicas”, afirma Beltrame.

Uma das frentes de trabalho é a doação de rações. “Conversamos com os donos de diversas agropecuárias e pet shops. As pessoas podem comprar a ração e deixar com eles que nos avisam das doações. Além disso, os doadores preenchem um formulário e nós entraremos em contato para saber se eles têm interesse em se associar ou apadrinhar um cãozinho”, relata.