Passeata iria ocorrer pelo Centro contra o atraso no 13º salário.

Laguna

Prevista para ter ocorrido ontem à tarde, uma manifestação de funcionários do Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, em Laguna, teve de ser cancelada. A passeata iria começar às 13 horas, com a concentração no próprio hospital, e seguiria pelas ruas do Centro em protesto contra o atraso no pagamento do 13º salário.

O ato também seria contra recentes demissões, que, segundo os funcionários, estariam ocorrendo em retaliação à última greve, deflagrada no fim de dezembro passado. O argumento já foi negado pela direção e administração, que culparam a crise econômica pelo desligamento dos profissionais.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Tubarão e Região, Denise Matos de Freitas, a manifestação foi cancelada pela ausência dos trabalhadores. Ela atribui o fato ao receio pelas últimas demissões. “É lamentável o trabalhador ter medo de lutar pelo que é seu de direito”, reclama.

Segundo a presidente da instituição, Regina Ramos dos Santos, os salários estão em dia, com exceção do 13º salário. “Ele deve sair nos próximos dias graças a empréstimo bancário”, afirma Regina.

Hospital de Caridade recebe quase R$ 90 mil em recursos
Em reunião com a secretária de Saúde, Valéria Olivier, o prefeito de Laguna, Mauro Vargas Candemil, repassou na manhã de ontem recursos no valor de R$ 75 mil, referentes a convênio firmado entre o poder público municipal e o hospital.
O dinheiro é destinado aos médicos plantonistas da entidade. Na oportunidade também foram repassados R$ 14,4 mil, vindos do governo estadual.