Tubarão

Todos os dias, durante a madrugada, as unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) de Tubarão, lotam de pacientes. O horário de funcionamento é das 7 às 16 horas. Entretanto, a população chega ao local ainda de madrugada, na expectativa de serem atendidos rapidamente.  

Muitos ainda alegam a preocupação de as fichas de exames acabarem ao longo do dia. Outros apenas afirmam que preferem deste modo. Para a secretária de saúde da prefeitura, Albertina Carvalho, a Beth Xuxa, isto é desnecessário.

“Temos fichas de exames para todos e para o mês inteiro. Não adianta chegar ao posto de madrugada se o atendimento inicia às 7 horas. Alguns pacientes, mesmo agendados para as 8 horas, chegam ao local três horas antes. A população sofre sem necessidade”, considera Beth Xuxa.

Para a coordenadora dos ESFs de Tubarão, Sandra Grandemagne, falta conscientização dos usuários. “Eles preferem chegar mais cedo para não perder o lugar, no entanto são atendidos da mesma forma e no mesmo horário. Essa espera prejudica o atendimento. Se todos colaborarem, o serviço será consideravelmente melhorado”, avalia Sandra.

Após as 16 horas, quando o expediente nas unidades de saúde dos bairros encerra, um médico fica de plantão na Policlínica, em Oficinas, para casos emergenciais.

O médico José Jeremias do Nascimento atende no local das 17 às 19 horas. “Desta forma a população tem atendimento de urgência garantido durante todo o dia, sem a necessidade de inchar as emergências dos hospitais da cidade. Mas ainda faltam consciência”, lamenta Beth Xuxa.